Qual é a função do recurso especial?

Pergunta de Manuel Freitas em 31-05-2022
(45 votos)

a finalidade do recurso especial que é garantir a inteireza positiva da lei (alínea a), a sua autoridade (alínea b) e sua uniformidade de interpretação (alínea c).

Qual a competência para julgamento do recurso especial?

A competência para julgar o recurso especial é do Superior Tribunal de Justiça, por suas turmas, conforme previsão de seu Regimento Interno. Efeito: é apenas devolutivo, portanto, o acórdão poderá ser executado provisoriamente.


O que acontece depois do recurso especial?

Após o julgamento do recurso especial, os autos devem ser remetidos ao Supremo Tribunal Federal para julgamento do recurso extraordinário.

Para quem é dirigido o recurso especial?

O Recurso Especial é o meio utilizado para a contestação, perante o Superior Tribunal de Justiça, de alguma decisão proferida por um Tribunal de Justiça ou Tribunal Regional Federal que contrarie ou negue vigência à lei federal.

Quem faz admissibilidade do recurso especial?

A interposição do Recurso Especial é feita perante o Tribunal de origem, sendo dirigido ao Superior Tribunal de Justiça que exerce a competência constitucional para o seu julgamento. No Tribunal de origem, há o Juízo de admissibilidade do recurso, por despacho da Presidência ou da Vice-Presidência.

Recurso Especial - Tudo Sobre a Peça


43 curiosidades que você vai gostar

Quem julga o REsp?

Da forma como se estruturou o Poder Judiciário em 1988, ficou sob a responsabilidade do STJ o julgamento dos “recursos especiais”. Conhecidos como REsp, esses processos são uma espécie recursal oriunda do desmembramento do recurso extraordinário, julgado pelo STF.

O que acontece quando o recurso especial não é admitido?

Art. 544. Não admitido o recurso extraordinário ou o recurso especial, caberá agravo de instrumento, no prazo de dez dias, para o Supremo Tribunal Federal ou para o Superior Tribunal de Justiça, conforme o caso.

Qual recurso cabe depois do recurso especial?

Se o presidente ou vice do TJ/TRF negar seguimento ao Recurso extraordinário ou Recurso Especial, analisando o MÉRITO da matéria (inciso I, alíneas a, b, do art. 1.030 do CPC), caberá AGRAVO INTERNO (1021), a ser julgado pelo colegiado do próprio tribunal TJ/TRF.

Quando o recurso especial e inadmitido?

Sempre que a matéria discutida no recurso da parte não tenha repercussão geral reconhecida ou que a tese por ele defendida esteja em desacordo com qualquer decisão sobre mérito de recurso extraordinário prolatada pelo STF sob o regime da repercussão geral, este será inadmitido na origem.



Outras questões

Como dizer que eu não gosto dele?

Como enviar um lembrete de pagamento?

Onde se dá a produção das ideologias?

Quantos estados Tinha o Brasil em 1960?

Porque o aipim fica amargo depois de cozido?

Quem são as pessoas incapazes?

Como descrever um perfume?

Quais são os signos e as datas?

É possível engordar tomando água?

Quem esculpiu a estátua da liberdade?

Quem tem mais chance de ter queloide?

É possível confundir um feto com um mioma?

O que quer dizer Habibti?

Quantos quilômetros a fazer anda na reserva?

Qual a idade de Noé?

Como criar comando no discord?

Qual o melhor telefone hoje?

O que o extrativismo mineral pode provocar?

Quem é o skatista mais bem pago do mundo?

Como fica o acúmulo de pensão na nova previdência?

Política de privacidade Sobre nós Contato
Copyright 2024 - todasasrespostas.com